OS RISCOS DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

Posted by Andre Reis
Category:

O cenário da crise financeira mundial levanta inúmeras questões relacionadas aos riscos envolvidos na cadeia de suprimentos. Entretanto, é sempre possível minimizá-los na medida em que se identifica tais riscos. E claro, quando contornados, os riscos podem passar de ameaças à oportunidades.

O risco econômico é dos mais impactantes para as empresas, uma vez que possui fontes externas como as variações da taxa de juros e a elevação de impostos, a inflação e as flutuações de taxas de câmbio, assim como a dificuldade econômica de clientes e fornecedores.

O risco de planejamento, também chamado de risco logístico é mais controlável. O segredo para minimizar seus efeitos é ficar atento a movimentos como lançamentos de novos produtos, o fechamento de uma grande negociação, uma entrega grande, a entrada de novos clientes e novos contratos.

O risco geográfico envolve o espaço físico ou ambiente necessário para a operação logística. Também foge do controle por ser extremamente imprevisível, como fatores climáticos que possam inviabilizar o transporte de produtos.

Como em qualquer mercado, a concorrência também oferece risco para a cadeia de suprimentos. Por isso, para driblar a alta competitividade é importante ficar sempre atento aos movimentos e tendências dos principais concorrentes.

Se a sua empresa ainda não está alinhada à lógica da sustentabilidade, cuidado: a comunidade como um todo está atenta e tanto seus clientes quanto fornecedores também estão. Uma empresa altamente poluente sofre alto risco de boicote.

Outros fatores importantíssimos que podem influenciar a cadeia de suprimentos e trazer riscos são os fatores políticos e socioeconômicos – assunto para um próximo artigo!

 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

Unidos no combate
ao COVID-19

+55 21 97984-0055